sábado, 16 de abril de 2011

CIRCUITO DE GINÁSTICA ESCOLAR

Treinamento em circuito ou circuit-training é considerado um sistema de organização dos exercícios e de treinamento.

O treinamento em circuito caracteriza-se por ordem sucessiva de vários estágios de exercícios e é uma ótima estratégia para o ensino do movimento.
No ensino do movimento, costuma-se diferenciar dois grupos principais de qualidades físicas relativas à capacidade motora do ser humano. O primeiro grupo comporta força-velocidade-resistência e suas qualidades complexas, tratando principalmente da atividade muscular. Na prática, este grupo está intimamente ligado ao segundo, que abrange habilidade, agilidade e mobilidade, predominando o processo de locomoção.

Valor Educativo do Circuito de Ginástica Escolar

A utilização do treinamento em circuito no espaço escolar é muito importante, principalmente devido à possibilidade de uso múltiplo, que proporciona a prática intensiva de exercícios. Ele pode ser aplicado no campo do desporto, quando se deseja não só empregar um grande número de alunos como também oportunizá-los a execução de um trabalho com resultados satisfatórios.
O circuito motor possibilita que cada aluno aplique a sua carga de esforço, isto é, cada aluno pratica exercícios de acordo com o seu desempenho físico, alcançando assim, um resultado positivo do desempenho máximo individual . Facilita a inclusão no espaço escolar, proporcionando a participação de todos os alunos, sem exceção. O risco de acidentes fica extremamente reduzido, além de proporcionar momentos de cooperação, responsabilidade, autonomia e motivação.

Referências Metódicas e Fundamentos Gerais para a Execução do treinamento em Circuito

a) Tempo e aplicação: limite de tempo de aproximadamente 20 minutos.

b) Montagem e desmontagem dos estágios: deve evitar a utilização de aparelhos volumosos. Cada grupo de participantes ficará responsável pela montagem e desmontagem

c) Disposição dos estágios: os estágios devem ser dispostos de forma circular ou elíptica para facilitar a troca. Usar números e setas anotadas no chão ou na parede.

d) Proporção de circuito: o número de estágios, que deve ser em torno de 4 a 8, depende do tamanho da turma e do equipamento disponível. Os estádios deverão ser repetidos de 1 a 3 vezes.

e) Escolha de exercícios: deverão ser realizados por todos.

f) Sequência dos exercícios: deverão ser combinados com base numa carga fisiológica o mais variada e ampla possível, alternando os grupamentos musculares e as qualidades físicas.

g) Dosagem do esforço e grau de assimilação dos exercícios: devem ser escolhido de acordo com o sexo e idade. Deve-se precedido de um aquecimento adequado.

Referência Bibliográfica:


DASSEL, Hans e HAAG, Herbet. Circuito de Ginástica escolar para Crianças e Jovens. Editora Beta, RJ.

CIRCUITO MOTOR

Aplicado a turmas de 3º ao 5º anos do Ensino Fundamental

Número de participantes: turmas de 30 a 35 alunos

Material: 10 cones, 2 arcos, 2 pneus, 5 cordas de pular, 5 colchonetes, 10 garrafas com água, 1 bola de voleibol, 1 bola de basquetebol, 1 bola de futsal.


1. Passe e recebimento da bola por cima da trave. Alunos livres para utilizar os fundamentos do voleibol.









2. Pular corda.









3. Arremesso da bola a cesta.









4. Corrida em sigue-sague, passar por baixo do arco e saltar os pneus.








                5. Chute a gol com alternância de agarrar a bola.













         6. Abdominal “remador”.






7. Flexão e extenção de ante-braço, com elevação de braço e flexão lateral de tronco.








CIRCUITO PSICOMOTOR

Este Circuito foi aplicado na Semana da Criança. Participaram ao mesmo tempo 4 turmas de 1ª ano do Ensino Fundamental. As professoras responsáveis por cada sala acompanharam os alunos, auxiliando o profissional de Educação Física. Foi um trabalho de equipe, onde o interesse em comum era oferecer as crianças uma atividade onde poderiam vivenciar inúmeras atividades psicomotoras.


1º Estação:
Arremessar a bola em latas, passar por entre arcos e rolar uma bola entre cones.



2º Estação:
 Pular amarelinha, andar em cima do poste de voleibol e jogar boliche.




3º Estação:
 Engatinhar passando pelo túnel, rolar no colchonete e lançar a bola na boca do palhaço.


4ª Estação:
Brincadeiras com sucata - Vai e vem, pé de lata e passa a bola.


Este Circuito foi criado pelas professoras de Educação Física:
Ana Nascimento e Eurinice Lima de Oliveira.

10 comentários:

  1. Muita criatividade, gostei, muito legal.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esses circuitos...parabens

    ResponderExcluir
  3. parabéns, gostei da metodologia...

    ResponderExcluir
  4. Amei. Ideia ótima!!

    ResponderExcluir
  5. Exelente, principalmente por utilizar materiais reciclavei par compor as oficinas.

    ResponderExcluir
  6. muito criativo gostei muito

    ResponderExcluir
  7. Muito bom! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  8. Muito criativo, gostei muito e me ajudou no trabalho da escola. Muito legal estão de parabéns.

    ResponderExcluir